02 outubro 2008

Meio baluarte do Princípe

Ora vivam!

Depois de uma ausência... bem merecida, começo com uma nova rubrica - Baluartes!

Pretendo mostrar os diversos baluartes que a nossa fortaleza possui ou possuia! Uns Ocupados, outros invadidos, e alguns vandalizados... para todos os gostos e feitios!... e ainda falam mal da corrente criada a alguns anos atrás - os OKUPAS!... bem! bem!!!




4 comentários:

João Paulo Saragoça disse...

Já sentiamos a tua falta JP.
Welcome back.

siripipi alentejano disse...

Benvido de novo, estiveste ausente e sentimos a tua falta. Porque continuamos tentando levar a água ao nosso moinho, o mesmo que dizer, analisando e discutindo algumas duras verdades de Campo Maior, o nosso Património que tu tão bem retratas é uma dessas duras verdades. Só lamento é que quem tem a responsabilidade de exigir a sua reabilitação o não faça. Qualquer dia temos que ser nós a tomar uma iniciativa para tirarmos essa gente do marasmo em que se encontra.
siripipi-alentejano

Anónimo disse...

Quanto ao baluarte do Principe:
1. Este nome, do Princípe, foi-lhe atribuído oficialmente em época bastante tardia. Até ao início do seculo XVIII aparece em mapas, gravuras e documentos escritos designado como baluarte do "picha torta". Por exemplo, na obra do governador Estevão da Gama de Moura e Azevedo.
2. Foi por este nome que o povo sempre o designou.
3. Por incrível que pareça, ainda consegue ser dos que apresenta muros em melhor estado de conservação.
4. Foi o primeiro baluarte a ser parcialmente demolido e ocupado por habitação privada, nesta vila.
5. Estava ligado por uma cortina ao baluarte de S. João, dito também de Santa Cruz, ficando a meio dessa cortina a demolida Porta de S. Pedro.

Cordialmente

rosa disse...

E OS NOVE BALUARTES DE ENTÃO
QUE À VILA DERAM MAIS LUZ!

CURRAL DOS COELHOS
BOA VISTA
SANTA CRUZ
PIXA-TORTA
LISBOA
SÃO. SEBASTIÃO
FONTE DO CONCELHO
SANTA ROSA
SÃO. JOÃO

AS COISAS CHAMADAS PELOS NOMES...
AQUELE ABRAÇO